AMOR = ATENÇÃO

Na escola, desde cedo, o verbo comparar é um dos mais conjugados. Ser melhor que os colegas em esportes ou matemática pode nos render muitos frutos. Ao longo da vida acadêmica, fazemos um sem número de provas e testes. É gerado um ranking dos alunos e somos “classificados” de acordo com os resultados. Se fosseContinuar lendo “AMOR = ATENÇÃO”

Benditos Desafios

Se não fosse por eles, como seria a nossa vida? Tranquila… pacata… calma… sem graça… E se nós tivéssemos todas as necessidades satisfeitas? Qual seria a sua motivação para se levantar e sair para trabalhar de manhã? Se nós tivéssemos o companheiro dos sonhos, o emprego desejado, o corpo perfeito, todas as bolsas e sapatosContinuar lendo “Benditos Desafios”

Impermanência

Um ensinamento muito impactante para mim no Budismo é a impermanência, ou seja, tudo muda o tempo todo. Quando está bom muda. Quando está ruim muda. A única constante é a mudança. Nada dura para sempre. Aprendi isso na marra. Na dor. Na ausência. Na saudade. Desde criança, minha vida era mudar – mudar deContinuar lendo “Impermanência”

Meu mar interno

Faz tempo demais que não escrevo, até dói. Final de ano, muitas atividades, apresentações, preparações, planejamentos, novo local de trabalho, novos relacionamentos, novos desafios… Enquanto o mundo de fora devora meu tempo e me puxa para longe de mim, tem uma ânsia dentro que não relaxa. Esses encontros profissionais tem me brindado com lindos presentesContinuar lendo “Meu mar interno”

A vida começa onde o medo termina.

O medo faz parte da vida desde sempre. Uma questão de sobrevivência tanto no reino selvagem e inóspito de milênios atrás, como nas estradas arruinadas de antigamente onde todo estranho era suspeito até que provasse o contrário. O medo continua hoje na cidade grande, determinando em qual bairro podemos nos perder, moldando uma vida entreContinuar lendo “A vida começa onde o medo termina.”