Bonito

Uma semana em Bonito, sem maquiagem, sem frescura, sem telefone, com glúten! Dentro da água santa da mãe Oxum, água fria, água forte, suave e dura, pura a ponto de mal ser vista, pura a ponto de parecer que flutuamos entre os peixes. Estar na água apenas para contemplar. Para sentir. Respeito. O frio no pescoço me lembra que não sou um ser das águas. Mesmo assim, tenho a oportunidade de me encantar com a vegetação e os raios do sol rasgando a água ao embalo lento da correnteza.  bonito raios.JPG

Extensas caminhadas nas matas fechadas de Oxóssi. Aqui o silêncio dá passagem aos ruídos locais: cigarras, araras, micos, antas, pernilongos e nossos passos na trilha. Respeito por esse lar de animais selvagens e seres da natureza.

Normalmente vamos entrando na casa deles sem pedir permissão. Pode não, pedi licença sim: antes de cada trilha, antes mesmo de alcançar a entrada das fazendas, antes de pisar esse solo sagrado de Gaia.

Afinal, estou apenas de passagem nesse recanto. A princípio, não trago nada e nada levarei. Felizmente, para onde quer eu vá, minha mente agitada vai junto de forma que trago comigo dúvidas, medos, muita curiosidade de conhecer esses mundos apartados da cidade e uma vontade grande de ser livre e naturalmente leve. Trago a vontade de sentir que sou parte desse grande cenário de belezas e esconderijos, perigos e surpresas.

Na mala da volta, levo a melhor massagem estilo cachoeira – forte e exfoliante – que insistia em me empurrar para o fundo do rio – ou para o fundo de mim mesma? Levo a delícia de ver o riso solto das crianças encantadas com a natureza. Sem internet!!! Levo os cheiros e perfumes. Levo a alma lavada e as lembranças dos encontros mágicos. Uns poucos arranhões e picadas vieram de brinde, sem causar muito incômodo.

Não sou dessas pessoas que vivem perdendo coisas pela vida, deixando rastros em cada canto por onde passam. Sou organizada, sei bem aonde coloco cada item. Em Bonito, foi diferente: Oxum ganhou um par de brincos – quatro corações delicados brilhando entre as plantas exuberantes. Quatro corações entrelaçados dois a dois. Que esse rio cheio de vida possa aceitar no seu leito esse meu presente. De coração. Riqueza maior é a que levo no peito. 

coracao_doiscoracao_dois

4 comentários em “Bonito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s