Mulher 2021

Dia 8-3-2021 = 7. Sete é autoconhecimento, espiritualidade, estudos, pesquisas, aprofundamento. Seria a pauta desse dia ou da vida?

Refletindo aqui com meus botões, quer dizer ‘meu botão’ – apenas um botão me fecha hoje: o da calça jeans… Hoje, dia da mulher, me visto ‘de homem’: calça preta e blusa branca. Nada mais básico, o suficiente por hoje.

A roupa que escolhemos reflete como estamos por dentro. Desde que comecei a me aprofundar nas terapias e passei a valorizar mais o corpo e sua sabedoria, eu o deixo escolher a roupa. Abro o armário e pergunto: “corpo, o que você deseja vestir hoje?”

Ontem ganhei essa camiseta de presente, uma definição livre de liberdade, tema constante nas minhas últimas sessões de terapia. O que incomoda é a falta de liberdade. A paranoia vem da possibilidade de perder a liberdade. Qualquer tipo de prisão, aperto, constrição ou nó me incomoda. Seja em roupas, na casa, nas regras. Como naqueles pesadelos nos quais as paredes vão se fechando à sua volta, fechando, fechando até…

Liberdade no dicionário:

Origem Etimológica da palavra Liberdade

A palavra liberdade, conforme a etimologia grega, eleutheria, significava liberdade de movimento. Tratava-se apenas de uma possibilidade do corpo para se movimentar sem qualquer restrição externa. Poder e liberdade eram palavras praticamente sinônimas. Compreendia-se a liberdade como o poder de se movimentar sem impedimentos, seja em razão da debilidade do corpo, seja em razão da necessidade ou mesmo em razão do impedimento oposto por ordem de um senhor. Assim o significado grego estava relacionado a ausência de limitações e coações.

Do que vamos nos libertar hoje? Quais padrões de pensamentos obsoletos, enferrujados e carcomidos estamos mantendo no nosso computador central, esse inconsciente pautado na repetição de padrões automáticos, herdados, aprendidos, incorporados? Se seguimos funcionando no piloto automático, como podemos criar algo novo ou diferente? Hoje: o dia ideal para abrir espaço na cachola!

2021 não é para principiantes – nem para mulheres, homens, adultos ou crianças. Contudo, no castelo privado de cada um, na família, existe uma regência implícita das mulheres. Se ela está equilibrada, ela influencia o movimento harmônico da casa. Se ela está enlouquecida, a casa cai. Sempre? Não! Depende de muitos outros fatores.

Há muitos pais de energia tão maternal a ponto de desempenhar esse papel e segurar a onda com maestria. Porém, como muitos ainda tem um ranço artiguinho no DNA de serem duros e mandões, eles perdem grandes oportunidades. Esse ranço é como um aplicativo de computador ultrapassado que precisa de atualização constante – coloca lembrete no seu celular!!! Atualiza!

Felizmente, não trabalhamos sozinhas! Outras forças nos ajudam – proveniente das mães, tias, amigos, terapeutas, guias, primas, mestras e mestres, filhos…. Estando trancafiados em nossos lares nesse intensivão de convivência, todos juntos, todas as emoções se intensificam, ou seja, mais “trabalho” para a mulherada.

Das nonas às raparigas, somos feitas de pura coragem e resiliência
de fibra e instabilidades
de fortaleza e de medo
de barro e éter
de dança e maldição
de fadas e música
de luar e de fel
de alegria e dores
de tristeza e poesia
de violão e de sonhos
de curvas aconchegantes e falas envenenadas
de pontas cortantes e olhares curadores
de ataques ferinos e uma ebulição constante
de renascimentos frequentes
de purpurina e lágrimas
de críticas, autocríticas e julgamentos constantes
de samba no pé e rock-and-roll na voz
de um ruído mental absurdo e silêncio na alma
de canto na cozinha enquanto cozinha descalça e contemplação

Somos contraditórias e desafiadoras, complicadas e suaves, somos apaixonantes e apaixonadas de uma forma que nem Freud explica. E somos cuidadoras de todos os homens e mulheres que parimos. Interessante responsabilidade para um ser longe de estar acabado, inconstante, cheio de picos hormonais… Alguma sabedoria haverá nessa escolha. Vamos nos construindo e reformando continuamente e, ao longo do caminho, oferecemos apoio para quem vier junto.

De tudo o que você é, o que você deseja ser hoje?

Publicado por Denise Fracaro

Sou uma pessoa que não cansa de estudar, em busca constante de autoconhecimento, com imenso prazer em compartilhar seus achados para o benefício de todos os seres. Além de blogar, trabalho com terapias quânticas usando diversas técnicas e dou cursos e workshops.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: