Posicionamento

Tirei essa carta de um dos meus oráculos pela manhã. Refletindo aqui… O quanto somos verdadeiros com a gente mesmo, lá no fundo da alma, de verdade?! Estar nesse mundo sem viver a partir de suas crenças é uma escolha, pode-se de ir levando, pode ser mais fácil em alguns contextos, a gente vai junto com a boiada.

Me parece que esse momento da vida no planeta traz no pacote ser pressionado todos os dias para se posicionar de um lado ou de outro, a favor ou contra as disputas políticas, a forma de manter a saúde, a dieta alimentar, aspectos pequenos e grandes, importantes ou corriqueiros…. Isso tudo pode ser muito cansativo, para mim, é muito cansativo.

Essa semana, levei as meninas ao oftalmologista e presenciei uma cena constrangedora: um senhor na idade do chamado ‘grupo de risco’ conversava tranquilamente ao telefone na recepção com a máscara na mão. Várias funcionárias se revezaram para chamar a atenção dele de forma gentil porém ostensiva para que ele recolocasse a máscara.

Na faculdade, ouvi de muitos professores: “os números não mentem jamais!” Como eu gostaria de acreditar nisso! Os números mentem sim, não porque tenha algo errado com eles, mas porque eles servem às intenções de quem os propaga. Tampouco estou qualificando essas intenções, há coisas que as empresas e pessoas desejam promover e outras que desejam esconder. Já soube de vários estudos que foram engavetados ou queimados porque não provavam a tese de quem os encomendou. Quem iria divulgar algo que comprometeria os seus lucros? Cada um defende seu ponto de vista nessa guerra de ideias.

Também já escutei muitas vezes: “uma mentira contada mil vezes torna-se verdade”. Existem mestres na arte de vencer pelo cansaço. Repita a mesma ideia exaustivamente até as pessoas se acostumarem com ela e passar a fazer parte do coletivo. Depois de um certo tempo, ficará difícil encontrar o ponto de início. A história que estudamos na escola é contada pelos vencedores…

Quando experimentamos um alimento novo, nem sempre é amor à primeira vista. O pediatra me orientou a oferecer a comida pelo menos 10 vezes à minha filha antes de concluir que ela realmente não gosta daquilo. Aqui em casa, as meninas não gostaram nada dessa ideia. Seria mesmo um teste de sabor ou uma forma de forçar a criança a se acostumar com o alimento? Onde ficam os limites do bom senso!?

Quem está certo, quem está errado? Em nome de proteger a população “frágil, à mercê de um vírus pronto para atacar em qualquer lugar”, ações por vezes ditatoriais são aceitas com normalidade. Em nome de ‘proteção’, cerceiam-se os direitos e liberdades individuais. Vigilância e controle são enormemente facilitados pela exposição voluntária nas redes sociais. Um big brother sem prêmios no final, sem claque. O paredão acontece todos os dias, inclemente. George Orwell em “1984″, alguns anos mais tarde.

Alguns índices sobem, outros caem… Dá para saber o que é realmente verdade nesse mar de destroços da mídia? Essa mídia, considerada o “quarto poder”, pertence a quem? Quem são seus mentores e estrategistas? Quem determina o que nós temos o direito de saber? A mídia é a infantaria, a parte exposta primeiro.

“Há mais mistérios entre o céu e a Terra do que sonha a nossa vã filosofia.”

Como seria se houvesse respeito e não pressão… Como seria se o diferente fosse apenas mais uma forma de ser e de se expressar…

Como seria o mundo se, ao se posicionar de determinada forma, não fosse encarado como uma afronta a quem pensa diferente… Isso, para mim, seria liberdade, simplesmente liberdade. Essa liberdade – sinto estar sendo contraída a cada dia, descaradamente, como uma parede se fechando em volta de mim. Feliz aniversário.

Publicado por Denise Fracaro

Sou uma pessoa que não cansa de estudar, em busca constante de autoconhecimento, com imenso prazer em compartilhar seus achados para o benefício de todos os seres. Além de blogar, trabalho com terapias quânticas usando diversas técnicas e dou cursos e workshops.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: