Diário de um tempo estranho 12

Passados dois meses de muitas investigações internas e práticas, finalmente fui hoje cedinho à consulta com o médico nuclear, Dr. Sérgio Tazima, no Hospital Alemão Oswaldo Cruz – mesmo local onde fiz a cirurgia há cinco meses, em 26 de outubro.

Dra. Erika que, a princípio tinha recomendado não fazer iodoterapia nesse momento, se reuniu com outros especialistas e achou por bem não ir contra a maioria, ter excesso de cautela – o destino das minhas células sujeito à votação.

Ontem à noite, reuni todos os exames e, nesse momento de busca, veio aquele frio na barriga bem discreto, bem lá no fundo, incômodo, sabe… Opa! Me dei conta que estava indo para mais um capítulo dessa novela: mais uma fase não desejada. A pasta de exames de tireoide antigos, guardados desde 2013: direto para reciclagem. Para que guardar isso?

Apesar da pressa do médico e do meu marido também, o procedimento ficou marcado para o dia 31 desse mês. Sob uma certa pressão, analisei minha agenda, os cursos propostos que tenho no calendário, aniversários na família e comemorações. No meu tempo.

Muito do que aprendi nas minhas pesquisas não está mais em vigor. A internação passou de 3 dias para apenas 1! A dieta de 3 semanas para 10 dias! As restrições alimentares são bem mais suaves do que me relataram. De repente, parece que tudo ficou tão “fácil” que até assusta… Estranho né.

Na realidade, o que bateu forte aqui foi um cansaço imenso, afundei no assento do carro na volta para casa. Cansaço emocional e mental. Mais uma prova que o medo do sofrimento é pior que o próprio sofrimento. E quanto mais dedicamos energia na tentativa de evitar o sofrimento, mais sofremos. Sofremos antes e durante. Contraproducente. Inútil. Péssima estratégia, fadada ao fracasso. Mesmo assim…

Um dia de cada vez. Bora viver esse mês que as águas de março hão de lavar a tristeza e o sofrimento.

Primeira coisa para repor toda a energia gasta na preocupação: preparei um café suave e fui direto pro sol e fiquei lá, deitada, curtindo, fazendo minha fotossíntese particular, absorvendo o prana da manhã em raios puros. Alívio.

Bola para frente que ainda tem muita coisa para criar nessa vida!

Publicado por Denise Fracaro

Sou uma pessoa que não cansa de estudar, em busca constante de autoconhecimento, com imenso prazer em compartilhar seus achados para o benefício de todos os seres. Além de blogar, trabalho com terapias quânticas usando diversas técnicas e dou cursos e workshops.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: